Indicadores educacionais devem direcionar ações de melhoria no ensino

04 de Novembro de 2015 | Notícias

Reynaldo Fernandes

A necessidade de avaliação do ensino brasileiro fez com que diferentes índices de desempenho fossem criados no País, caso do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), do Índice de Oportunidades da Educação Brasileira (Ioeb) e do Censo Escolar. Além de oferecerem um diagnóstico da realidade do ensino, os indicadores são peças-chave para direcionar as medidas necessárias para uma educação de qualidade.

De acordo com o criador do Ioeb e ex-presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Reynaldo Fernandes, em entrevista ao canal da FecomercioSP no YouTube, o levantamento de dados ajuda a identificar as principais lacunas do sistema educacional.

“A informação mobiliza a sociedade civil por uma demanda mais qualificada”, afirma Fernandes, que ressalta ainda que o acesso da população às informações dos indicadores é determinante para direcionar as cobranças do setor.

“É possível constatar também o grau de interferência nos governos para que medidas sejam tomadas. O questionamento que fica é como vão se articular para responder às cobranças que a informação gera”, finaliza.

Confira a íntegra da entrevista com Reynaldo Fernandes:

 
Fonte: Fecomercio