IOEB: índice que mostra as oportunidades da educação dos municípios e estados

05 de Dezembro de 2017 | Notícias

Entenda o IoebAssinado pelos mesmos autores do Ideb, Reynaldo Fernandes, ex-presidente do INEP, e Fabiana de Felicio, ex-Diretora de Estudos Educacionais do INEP, o IOEB aperfeiçoa o sistema de controle social da educação.

O índice identifica quanto cada cidade ou estado contribui para o sucesso educacional dos indivíduos que lá vivem. O IOEB oferece os dados sobre a qualidade do ecossistema da educação para crianças e jovens de uma determinada localidade.

A pergunta a que o IOEB se propõe a responder é: qual município e estado oferecem as melhores oportunidades de educação para crianças e adolescentes?

O IOEB inclui as crianças e adolescentes em idade escolar que deveriam estar na escola e não estão - responsabilizando, de forma inédita, municípios e estados por todas as crianças e adolescentes que vivem naquela localidade e não estão na escola.

A menor unidade de análise do IOEB é o município (o índice por UF é uma agregação do IOEB municipal). Isso quer dizer que ele calcula, de forma conjunta, como está o comportamento de todas as redes de educação do município (estadual, municipal e privada).

Por isso, o IOEB é também uma ferramenta para incentivar e cobrar que os gestores da educação trabalhem em conjunto pela melhoria da qualidade da educação dos municípios e estados, uma vez que a atuação em regime colaborativo é pouco utilizada pelos gestores da educação no Brasil.

 

Em 2017, além do lançamento dos dados mais recentes do estudo, o IOEB conta também com o estudo Desafios Compartilhados da Educação Brasileira, que entrevistou 26 secretários de Educação de cidades que são destaque no IOEB 2017 para entender como aconteceram as boas transformações que permitiram um bom desempenho educacional. 

Confira também a Websérie Federalismo e Educação, realizada pelo Um Brasil, com Cleusa Repulho, Fernando Abrucio, Ana Maria Diniz, João Marcelo Borges, Fabiana de Felício e David Saad.